Comunicação pública: idosos e representações sociais

Comunicação pública
idosos e representações sociais

capa_comunicacao_publica_Denise

 

  • Autora: Denise Regina Stacheski
  • Editora: Combook
  • Edição: 1ª
  • Ano: 2014
  • Assunto: Comunicação pública, idosos, mídia, redes sociais digitais
  • Formato: impresso e digital (.pdf)
  • Dimensão: 14,8 x 21cm (impresso)
  • Nº de páginas: 140
  • ISBN: 978-85-909841-9-1

Sinopse

O livro trata das representações sociais do envelhecimento por meio de um sistema de interação midiático, vinculado aos processos de diálogo da comunicação pública no Brasil, através de três vertentes: promotores de políticas, produtores midiáticos e atores individuais.

Apresenta e analisa o Portal da Saúde do Ministério da Saúde, a cobertura midiática da Campanha Nacional de Conscientização contra a Violência da Pessoa Idosa e publicações de idosos no Facebook.

Constata que a vitimização do idoso se manifesta na circulação das representações sociais do envelhecimento, principalmente, por meio de produtores midiáticos.

Também identifica vozes de resistência, a partir de atores individuais, nas redes sociais digitais, frente às representações negativadas do envelhecimento.

Promotores de políticas e produtores midiáticos utilizam, com intensidade, a expressão idosos e envelhecimento de forma homogênea – fortalecendo o estigma da velhice com fragilidade social ou de degeneração física.

Constata, ainda, que a utilização das redes sociais digitais para a ativação da participação de idosos na deliberação pública pode ser um caminho para construir um diálogo direto com idosos brasileiros, respeitando suas diversidades e heterogeneidades.