Diretor da RBS fala da monomídia ao jornalismo 360 graus

Marcelo Rech, diretor geral dos jornais da RBS no Rio Grande do Sul, foi um dos palestrantes no primeiro seminário avançado do MBA em Jornalismo: Gestão Editorial.

Sua fala tratou da “monomídia ao jornalismo 360 graus”.

Abordou a complementaridade dos conteúdos, “para extrair o máximo de cada mídia e fazer com que elas interajam entre si”, enfatizou.

Ele comparou os resultados das duas edições do projeto Brasil de Bombachas, desenvolvido em 1995 e 2011, pelo repórter de Zero Hora (ZH), Carlos Wagner.

Na primeira edição a reportagem foi publicada apenas em ZH.

Mas 16 anos depois, o conteúdo foi aproveitado em várias mídias, além do jornal: internet (Facebook, blog, site), rádio, TV a cabo (Canal Rural) e livro.

Segundo Rech, “o impacto foi muito maior e com um jornalismo melhor”.

Também participou do seminário, o jornalista e advogado João dos Passos Martins Neto, da Procuradoria Geral de Santa Catarina e professor da UFSC no mestrado e doutorado de Direito.

Ele falou sobre a responsabilidade civil dos jornalistas, notadamente em casos de calúnia, injúria e difamação.

Ainda teve a apresentação da jornalista e ex-aluna da pós-graduação em Gestão da Comunicação Pública e Empresarial, Andréa Fischer.

Ela contou a sua experiência na pesquisa e trabalho de conclusão de curso sobre revistas customizadas, repassando aos colegas dicas e orientações sobre o “projeto de pesquisa à monografia: desafios, dificuldades e oportunidades”.

O MBA em Jornalismo é uma realização da Universidade Tuiuti (UTP), em convênio com o Instituto Superior de Comunicação (ISCOM) e apoio da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), com aulas na Fepese/UFSC, em Florianópolis.