Sua memória não é ruim

//Sua memória não é ruim

Sua memória não é ruim

Cientistas do Instituto do Cérebro da PUC-RS ensinam a guardar o que é importante, inclusive nos estudos para concursos públicos.

O segredo é ajudar o cérebro a não apagar o que não deve.

A leitura é fundamental para colocar a memória para funcionar.

“É um esforço intelectual sem par. Não há nada que faça mais uso da memória”, explica o neurologista Ivan Izquierdo.

A leitura ajuda a memória encontrar os caminhos da informação no cérebro.

A psicóloga Lilian Stein recomenda fazer anotações para lembrar o conteúdo.

A plena atenção nos estudos é o que garante a memorização.

Estes cientistas também indicam fazer associações de novas informações com coisas que já se conhece.

Eles alertam que a depressão, o estresse e a ansiedade são grandes inimigos da memória.

Também aconselham praticar exercícios físicos para melhorar o funcionamento das células cerebrais.

Isso melhora a circulação sanguínea no organismo, e no cérebro também.

Deve-se adotar ainda uma alimentação balanceada, que reponha as substâncias fundamentais para o corpo e para os neurônios.

Além da leitura, os cientistas asseguram que existem técnicas de memorização, a exemplo dos mapas mentais, testes (simulados) e jogos de memória.

Texto extraído de UOL Notícias: link para a matéria completa

| 2018-10-14T17:09:27+00:00 14/10/2018|Blog|Tags: , , |0 Comentários

Comentar